anuncie

[:pb]Já imaginou usar uma fruta, uma planta, uma massa de modelar, e até mesmo seu animal de estimação – se ele parar quieto – como sistema de controle de computador? Essa é a ideia básica do Projeto Makey Makey,  que consiste de um shield capaz de transformar qualquer objeto condutor de eletricidade em um dispositivo de interação com computadores.

Originalmente concebido por dois estudantes do MIT, Eric Rosenbaum e Jay Silver, o projeto arrecadou mais de US$ 500 mil em uma campanha do Kickstarter, lá em 2012. Hoje, o Makey Makey é tanto em negócio como uma comunidade com milhares de colaboradores pelo mundo, de acordo com o site oficial lançado pelos seus criadores.

No site oficial há um kit à venda, a partir de US$ 24,95, mas é preciso investir em um kit específico para brincar de makey. Durante o Arduino Day deste ano, Daniel Basconcello, conhecido maker da comunidade de impressão 3D brasileira, e idealizador do site Robotizando, mostrou detalhadamente como projetar e fazer funcionar uma Makey Makey usando Arduino Leonardo e/ou Arduino Uno. Então se você é um maker fascinado por ideias inovadoras e ~um pouco~ loucas, saca só o que é possível fazer com aquela placa Arduino esquecida na sua caixa de ferramentas:

 

makeymakey[:]

5 COMENTÁRIOS

  1. Oi Daniel. Consegui fazer a plaquinha do MaqueMaque, porém, quando baixei o firmware original do makey makey não obtive êxito. Meu arduino leonardo fica fica enlouquecido, abrindo e fechando janelas do windows. Outra coisa, vi no seu video que você integrou o firmware do s4a com a plaquinha MaqueMaque, onde posso obter este firmware?
    Sou professora de informática educacional no Sesi de Piracicaba/sp e estou tentando desenvolver este projeto com as crianças no laboratório. Já trabalhamos com o scratch.

  2. Olá Marina, Duas obervações: O firmware original precisa ser alterado, desligando os pinos que não estão em uso na sua placa ou protoboard. Isso porque o firmware original está configurado para usar todas as funções da placa makey makey original. Isso pode ser facilmente alterado no arquivo principal, na linha onde são definidos os pinos.
    A segunda coisa é a integração com o S4A. Como o leonardo vira um teclado, o que fiz foi apenas configurar eventos baseados em teclas do teclado. Qualquer outra dúvida, pode encaminhar no meu email daniel@robotizando.com.br

  3. Olá Marina, Duas obervações: O firmware original precisa ser alterado, desligando os pinos que não estão em uso na sua placa ou protoboard. Isso porque o firmware original está configurado para usar todas as funções da placa makey makey original. Isso pode ser facilmente alterado no arquivo principal, na linha onde são definidos os pinos.
    A segunda coisa é a integração com o S4A. Como o leonardo vira um teclado, o que fiz foi apenas configurar eventos baseados em teclas do teclado. Qualquer outra dúvida, pode encaminhar no meu email daniel@robotizando.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor informe seu nome